Isso é lógico, mas às vezes nos esquecemos deste fato.

Muitas vezes nos dirigimos a alguém pra falar de Jesus, e expressamos o que Deus gostaria que elas fossem, modo de agir e de ser. Queremos que elas se comportem como cristãos, sem ao menos nos atentarmos em despertar suas consciências para o fato de elas serem pecadoras necessitando de salvação. A menos que sejam vivificadas pelo Espírito de nada adianta todo bem proceder de suas vidas, seria como vestir um porco, ou um cão, com pele de ovelha, logo eles acabariam voltando a lama ou ao seu próprio vômito.

As obras que alguém realiza em si mesmo são obras mortas feitas na carne, que qualquer religião é capaz de ensinar, qualquer membro de uma seita é capaz de seguir, mas elas mesmas não podem salvar o pecador de seu estado natural, perdido e sem vida.

“Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.” (Rm 5:12)

Apenas o sacrifício de Cristo é capaz de salvar o pecador, é pela fé em Cristo que se alcança a salvação, a vida eterna. (Ef 2.8)

Miguel Silva